O VIDEO GAME E O CINEMA

HOJE : EM DEFESA AO VIDEO GAME

Tenho uma teoria sobre o video-game :  Acredito que é arte. Ou  linguagem ou midia ou qualquer outro nome que usamos  para denominar a criação humana de força trascendente.

O video-game tem tudo que o cinema tem: atores, roteiro, direção de arte , fotografia, trilha sonora…Porém com um extra : a interatividade física do receptor.

MELIES – 1903

TOMOSHIRO NISHIKADO -1978

Tanto o cinema quanto o video-game surgiram em parques de diversões, porém o cinema , em seu inicio,  era algo quase artesanal- o que  abria espaço as experimentações- enquanto que o video game já nasceu sufocado pela industria, no fim da década de setenta.Na era da  AURORA DOS BLOCKBUSTERS / CREPUSCULO DOS AUTORES .

.

Outra dificuldade que o video-game encontrava  era a máxima dependência de uma  tecnologia arcaica .Dura e pesada se compararmos `a um pincel . Uma verdadeira batalha pela estética do GRÁFICO +SOM+JOGABILIDADE

Felizmente ,  como em todas as áreas das grandes artes  , o video-game também teve  os seus  grandes génios revolucionários

VERDADEIROS EXPERIMENTADORES .

California , 1971 : ALLAN ALCORN consolida a linguagem do video-game. O ATARI chega as salas da humanidade.

New Jersey, 1903: EDWIN S. PORTER consolida o cinema como a ARTE DA MONTAGEM com o O GRANDE ASSALTO DE TREM . Multiplicidade de pontos de vista, ritmo , montagem paralela, closes.

Tokyo, 1980 : TORU IWATANI revoluciona o video-game ao criar um PERSONAGEM – o PAC-MAN. Carismático, engraçado, o video-game começa a dar seus primeiros passos estéticos .

Paris , 1910 : Max Linder traz o burlesco para as salas de cinema, sendo o mestre – precursor dos maiores comediantes da história do cinema.

Tokyo, 1981 :  o designer SHIGERU MIYAMOTO vai mais além  do PAC-MAN ao trazer força estética aos personagens e ligação emocional do jogador com a narrativa do jogo . Em  pouco tempo MARIO se transforma num ícone  com uma projeção mundial equivalente ao MICKEY MOUSE .

Hollywood, 1914: Charles Chaplin refina , emociona e cria o primeiro personagem iconico do cinema. O VAGABUNDO.

Moscou-1984 : o jovem ALEXEY PAZHITNOV observa um jogo de mesa que tinha peças de quatro segmentos. Apaga o personagem e  cria a seguinte equação

TETRA + TENNIS = TETRIS

Moscou -1915- Kasimir Malevich vai do Cubismo ao Suprematismo . Encontra a geometria fundamental. Traz o abstrato em lugar do figurativo.

Kyoto – 1986 : SHIGERU MIYAMOTO desconstroi a narrativa que criou. Depois de Mario cria A LENDA DE ZELDA.O saldo de pontos se torna irrelevante. . Um personagem fraco, pequeno, nu no meio de uma floresta.  O existencialismo aparece no video-game.O jogador tomará as decisões que irão definir a existência do personagem. O RPG, o relativismo, o jardim das veredas que se bifurcam…

California, 1922: o iconoclasta ERICH VON STROHEIM  devolve ao cinema sua função primeira: O MOSTRAR. Na linhagem dos IRMAOS LUMIERES , Stroheim se desprende do romantismo , preferindo revelar a superfície do mundo.O relativismo sobre a moral ocidental.O CINEMA COMO A ARTE DAS APARÊNCIAS .

Podemos parar a comparação por aqui. O video-game com seus trinta e poucos anos ainda não teve Orson Welles, Godard, Sganzerla.

A indústria do video-game se comporta como aqueles pais que não querem que seus filhos envelheçam.

O que empolga é observar, agora em 2010, a democratização da tecnologia de desenvolvimentos de jogos. A subversão, a metalinguagem , enfim, a poesia está mais propensa a aparecer.

Assim espero.

One response to O VIDEO GAME E O CINEMA

  1. fala cesar, tudo na boa?

    ainda nesa linha dos video games, há música boa sendo produzida por programas, emuladores de atari e game boy!.. tem uns caras ai fazendo uma parada bem diferente: chippanze.org

    já vi o droid-on ao vivo…..mas ai a gente conversa no bar..ahahahaha

    abraço mano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *