O Gorila Chorão

Alan Moore parecia prever o espirito da primeira década de 2000. Na saga em quadrinhos PROMETHEA -1999-2005, o escritor imagina uma sociedade tomada pela melancolia e pela angustia. A principal leitura dessa população é um gibi chamado O Gorila Chorão.

Temos que reconhecer que nessa primeira década os Estados Unidos foi regido por um governo opressor, careta . Tivemos guerras, terrorismo, republicanos. A moda EMO se fortaleceu a gosto de todo o poder conservador. Uma juventude cabisbaixa , introspectiva , passiva. Sem o espirito anárquico da década de cinquenta e sessenta. Pelo contrario, qualquer ideia rebelde era vista como brega, ultrapassada, OUT.

Na vitrola até Jorge Ben cantava para os EMOS.

Nas artes de rua o que mais se via era o desenho de um olho com uma lagrima pink.

As drogas psicodélicas foram substituídas pelos anti – depressivos ou pelas drogas emocionais como Extasy.

O cinema e a televisão mergulharam no ultra-realismo. O “mostrar” se colocou mais forte que a linguagem. Tudo ao som de guitarras melódicas , choros em voz grave. Até o programa Beavis and Butt-Head – maiores criticos da cultura EMO que já se formava em 90- foi extinto.

http://www.youtube.com/watch?v=xwWP-bWn0o4

Mas a década acabou. O marasmo cansou e é hora de todos criadores reconhecerem a queda, levantarem a cabeça , sacudirem a poeira e darem a volta por cima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *